Professor Doutor Pedro Alexandre Afonso de Sousa Moreira

Pedro Moreira, Diretor da FCNAUP
 
Em 1976, o Porto mostrou a sua visão e pioneirismo, inovando no ensino universitário para a formação de nutricionistas na Península Ibérica e na Europa, com a criação do primeiro curso universitário do país. E neste curso fizeram escola de pensamento personalidades ilustres do Porto, como o Dr. Emílio Peres, pai dos nutricionistas portugueses, grande pensador e reformador, que deixa nos genes de gerações de nutricionistas uma matriz de ética, independente de interesses de gestão, que inclui altruísmo, uma profunda capacidade para partilhar genuinamente os sentimentos dos outros, confiança, integridade, e competência técnico-científica. Justamente, a Universidade e a cidade, rendem-lhe justas homenagens, com o título de Figura Eminente da Universidade do Porto, e incluindo o seu nome na toponímia do Porto.
Outra dessas personalidades, foi o Professor Norberto Teixeira dos Santos que, chegado de Moçambique, veio dar um enorme impulso ao estudo da nutrição materno-infantil, tendo sido também Diretor da nossa Faculdade, e em 1998, foi condecorado pelo Senhor Presidente da República, Doutor Jorge Sampaio, com o grau de Grande Oficial da Ordem de Mérito. Tive a honra e o prazer de conviver com estas duas personalidades e testemunho o quanto hoje nos inspiram e orientam. Ao mesmo tempo, o país habitua-se a ver na Nutrição da Universidade do Porto, uma escola dinâmica, inovadora, que atrai os melhores estudantes. Não espanta, por isso, o seu considerável impacto nacional na criação e divulgação do conhecimento, na intervenção nas instituições de saúde, nos municípios e na comunidade, e na preservação da identidade gastronómica, histórica e cultural do Porto.
Desde muito cedo, o sucesso alcançado pelos nutricionistas foi de tal ordem que decorridos alguns anos após a criação do curso, e sob proposta dos órgãos de gestão da nossa Escola, entendeu o Governo ser oportuna a criação, em 1987, de uma licenciatura de 5 anos, em Ciências da Nutrição, na Faculdade de Ciências da Nutrição e Alimentação da Universidade do Porto (FCNAUP). Esta licenciatura, agora adaptada a Bolonha, com 240 ECTS, é uma referência reconhecida no país e fora dele, e tem contribuído intensamente para a afirmação do Porto como cidade da ciência (da nutrição), e ainda mais com o ensino doutoral de diferentes ramos da nutrição, importante para alavancar a investigação e a inovação na FCNAUP, e consequentemente consolidar e expandir a profissão de nutricionista. Com naturalidade, o Porto vê aqui nascer e fazer sede, a Associação Portuguesa dos Nutricionistas e a Ordem dos Nutricionistas, a Sociedade Portuguesa de Ciências da Nutrição e Alimentação, e um ensino de ciências da nutrição assumido, cada vez mais, como integração e multidisciplinaridade, com foco translacional, para chegar a visões holísticas capazes de dar uma resposta de superação às complexas questões da saúde.